Seguir

terça-feira, 8 de novembro de 2016

360 graus na América do Sul - Guiana Francesa

Lembrando da nossa passagem no ano de 2004, quando chegamos ao Oiapoque(Amapá - Brasil) e dali tínhamos que preparar toda a documentação para entrarmos na Guiana Francesa. Lembrando ainda que na época a travessia era feita através do Rio Oiapoque por pequenas balsas. Hoje tem uma ponte, mas as informações são de que não estava permitindo a sua travessia, por problemas burocráticos, parecia que estavámos no velho oeste, inclusive com tiroteio na rua, muito complicado e assustador. Na nossa estadia, vimos de tudo!!! Foi também muito bacana pela amizades que fizemos, sendo o Luís da Lunay que fez a nossa travessia e também do Oscar Gislael da loja de informática onde fazia a transmissão das nossas mensagens para o site.
A Guiana Francesa com a moeda forte, o euro, muitas pessoas vem para o Brasil para fazer as compras e sobem o rio com as lanchas voadeiras que fazem esse transporte, a movimentação é muito grande. Ficamos no Oiapoque por 10 dias até fazermos os documentos, pois só conseguimos visto transitório de 05 cinco dias. Mas para levarmos o nosso carro teríamos que fazer o seguro carta verde. Porém, não poderia ser feito no Brasil, pois não tinha acordo de cobertura entre as seguradoras e apesar da Guiana Francesa está incluída na América do Sul, ela é pertencente a Comunidade Europeia. Com ajuda da brasileira Mônica, com toda a sua boa vontade e insistência, enviou a cópia do seguro por fax para a aduana e assim conseguimos entrar no país pela cidade de Saint-Georges e depois para Caiena.
Saint - Georges

Saint- Georges

Café em Saint - Georges

Aduana em Saint-Georges

Caiena

Caiena 

Peixaria em Caiena - Feira

Carro da feira

Casa em Caiena

Vista Caiena

Vista Caiena

Mercado China em Caiena

Loja em Caiena

Foguete Centro Aeroespacial de Kourou

Centro Espacial de Kourou

Placa Indicativa para Kourou
A entrada na Guiana foi muito interessante, pois foi a nossa primeira saída do Brasil e tivemos contato literalmente com a Comunidade Europeia. O que chama muito atenção é o museu do Centro Aeroespacial de Kourou, pois é base utilizada para lançamento de foguetes e satélite. Dizem que os melhores empregos no país são neste lugar.
A Guiana Fr. é muito invadida para trabalhar pelos brasileiros do Amapá em função da moeda forte e também pelo garimpo. Na nossa chegada na aduana eles estavam passando com um cadáver na nossa frente, foi de assustar. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário